sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Acredito que depois do conhecimento da grande porcaria que é o sistema judiciario, fiquei obcecada pela perseguição e caçada. Nao consigo abrir mao da denuncia. Tenho igualmente pecados, e sei que terei o que sou merecedora. No entanto saber disso nao é suficiente para eu parar ou desistir. Com certeza acabo perdendo muita coisa boa que poderia aproveitar, embora aproveite as que escolho. Contudo, a satisfaçao que tenho quando a justiça é feita e eu faço parte do processo, nao tem nada ou alguem que substitua. Sei tambem, que morrerei da minha morte. Da de ninguem. E ela será de acordo com a vida que levo. Faço a entrega a Deus. E sigo em frente. Recentemente virando as costas depois de dizer o que penso a um homem que sei andar armado. SEgui caminhando e nao olhei um segundo para tras. Para muitos isso seria loucura. para mim, ha anos que faz parte dos meus dias. e ja nao me causa sequer sobressalto. Continuo nao tendo medo. Na verdade, eu nem sei se um dia eu soube o que significa isso. Na minha historia, nao houve tempo pra isso. Seria considerado por mim frescura e total perda de tempo. Sou uma pessoa muito estranha. REalmente muito estranha, Porem sou assim. E independente de qualquer coisa, eu me olho todos os dias, olho em volta e continuo pensando: sou assim, e continua tudo pra la de bem. Mesmo quando nao está. Eu sempre faço ficar. by Deise

jamais troquei ou trocarei a integridade pela comodidade. Por isso faço a diferença. Gostaria de ter mais pessoas por perto. Tenho certeza que iriamos muito longe.Continuo vivendo desta forma. mesmo sabendo que uma andorinha sozinha, nao faz e nunca fará o verao.

Se eu tivesse que dar um conselho a qualquer mulher diria que nao tivessem filhos. Eles sao como clientes: querem do bom e melhor, sugam o que podem, tomam tempo demais, pagam pouco e jamais ficam satisfeitos. by Deise

Só existe uma forma de exito: ser capaz de viver de acordo com a própria consciencia.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Os dois post abaixo é uma grande bobagem. Jamais me importei em seguir alguma delas. E pensar que tem gente que se alimenta disso, é de doer.... Mas valeu achar "estas pérolas" culturais e de uma "utilidade sem precedentes". comonao sou egoista, me obrigo a dividir estes besteirois com voces. by Deise

As 10 coisas que ELES odeiam no NOSSO guarda-roupa e maquiagem

1. Calças Boyfriend e Saruel.

Ganham disparado o primeiro lugar. A invasão ao guarda roupa masculino proposta pelas tendências do momento não funcionou com eles e a calça boyfriend é a prova. A Calça “roubada do guarda-roupa do namorado” não os agrada pois não valoriza a silhueta feminina. Pior ainda a calça saruel, que eles acham que nos faz parecer o Aladin !

2. Cores neon e florescentes

Fiquem chocadas mas as cores neon e florescentes que tanto usamos nas roupas, acessórios, unhas e maquiagem, faz literalmente a vista dos meninos doerem! Portanto requer um pouco cuidado para não exagerarmos.


3.Clogs e sapato Oxford

Os clogs, aqueles tamancos de madeira, que voltaram a ser tendência, cujo ‘toc toc ‘ do salto ouvimos de longe, além de barulhento, para eles parecem sapato de vó ! E o sapato Oxford só confirma que nossa invasão ao guarda roupa deles não deu certo...


4.Roupas volumosas e decotes exagerados

Como nada em excesso é bom roupas muito volumosas, assim como os decotes exagerados não agradam. A preferência masculina é por roupas que valorizem a silhueta feminina . Coisa que roupas volumosas não fazem, e muito menos o decote exagerado faz, pois embora os homens gostem de um decote, em exagero consideram vulgar



5.Roupas de/com pelinhos

Eles disseram que não gostam de sair com ursinhos de pelúcia !



6. Jardineiras

Eles odeiam. Simples assim. E não importa se é tipo calça, short, ou saia. De acordo com os homens ouvidos por um jornal Inglês, jardineiras são roupas de bebê, não de uma garota crescida.


Já deu para perceber que se os exageros não dão certo nas roupas, na maquiagem também não é um dos passos para o sucesso com eles !




7.
Base marcada ou base muito grossa
Deixam o rosto com aspecto de concreto, faz parecer que estamos usando uma máscara.

8. Blush muito marcado
Para eles nos faz parecer o Pikachu!


9. Olheiras de panda
Nada pior do que aquelas olheiras fundas, provocadas por aquela maquiagem mal tirada, uma noite mal dormida ou qualquer que seja a justificativa. Um pouquinho de corretivo não faz mal a ninguém...

10. Cores neon, unhas decoradas e batom colorido
Não, não e não! Batom colorido é totalmente desaprovado, sendo válido o batom vermelho e olhe lá ! Além disso, uma das coisas que os meninos não perdoam é dente sujo de batom portanto atenção meninas ! Ainda em termos de maquiagem, sombra azul florescente, neon ou o que quer que seja é sinônimo de desastre! Por fim, Unhas decoradas, neon ou florescentes também seguem o mesmo raciocínio. Eles preferem os clarinhos ou então vermelho !

As 10 atitudes que NÓS odiamos nos HOMENS!


     Homem que só pensa/fala em sexo

Sexo é uma coisa natural do ser humano, todos falam, todos fazem. Mulher até gosta de conversar sobre o assunto, mas não toda hora, a todo minuto; é só passar um ser do sexo oposto que vocês já olham, já imaginam. Por favor, mais respeito!
 
                                  Homem que só pensa em se divertir
 
Existe hora pra tudo. Meninos na adolescência são os piores, querem ''pegar'' um monte de meninas pra ter status. Meninos, achamos isso ridículo! Não é por questão de ciúmes, ou nada parecido, é só uma questão de maturidade. Uma coisa é curtir, outra é sair por ai ficando com qualquer uma!
  Homem que trai
 
Nossa.. esse é o pior tipo de homem de existe! Aquele que trai. Além de ser uma atitude errada, machuca a mulher, e demais. Nós somos sensiveis demais pra esse tipo de coisa, queremos nos sentir amadas, e quando esse tipo de situação acontece nós nos sentimos um lixo, sem exageros.
 Homem que enrola

 Não é nenhuma novidade que os homens adoram dar aquela enrolada básica. Mulheres ODEIAM essa enrolada. Se não quer nada sério, fala logo de cara! Não precisa ignorar, não atender o telefone, não responder mensagens.

 Homem machista

 AAAAAAAAH! tá ai um exemplo que é péssimo. Ser machista é a pior atitude que um homem pode tomar. Defender a própria raça tudo bem, a gente entende. Mas achar que são os melhores? hahaa NEM PENSAR!

 Homem muito meloso

 Tem limite pra tudo. Ser meloso, daqueles que grudam, ligam 3232897328 de vezes ao dia, manda flores sem parar, é um porre. Então cuidado pra ver se você não está estrapolando.

 Homem mentiroso

 Inventar uma mentirinha, a gente deixa passar. Até você descobrir que ele mentiu a vida dele toda! Esse é o maior mico de todos.

  Homem super Metrosexual

 Odiamos, eu disse, ODIAMOS homens que são mais vaidosos que nós. 

  Homem 'to nem aí'

Um exemplo clássico é aquele que deixa tudo pra depois, to nem aí mesmo ¬¬ Não façam isso! Resolvam as coisas pendentes, e não deixe nada a ser terminado depois.

 Homem cafona

 Homem mal-vestido é o Ó! Sair com um cara que não liga pro que veste, ou seja, veste qualquer coisa, é HORRIPILANTE! Mas, vamos falar mais sobre esse tipo de homem no outro post, onde vamos dar dicas pra vocês se vestirem melhor!
 
 

Um tempo considerado feliz


Eu estou muito cansado
Do peso da minha cabeça,
Desses dez anos passados, presentes
Vividos entre o sonho e o som
Eu estou muito cansado
De não poder falar palavra
Sobre essas coisas sem jeito
Que eu trago no peito
E que eu acho tão bom.

Quero uma balada nova
Falando de brotos, de coisas assim
De money, de lua, de ti e de mim
Um cara tão sentimental

Quero uma balada nova
Falando de brotos, de coisas assim
De money, de lua, de ti e de mim
Um cara tão sentimental

Quero a sessão de cinema das cinco
Pra beijar a menina e levar a saudade
Na camisa toda suja de batom

Quero a sessão de cinema das cinco
Pra beijar a menina e levar a saudade
Na camisa toda suja de batom

Eu literalmente odeio a "teoria da panela suja". Este pensamento só consegue trazer o caos e a falta total de lógica ou razao. Somente duas pessoas saberao do que falo. Porem dificilmente entenderao. Nao possuem esta capacidade. by Deise


segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Caos e Nirvana

Antes do caos experimentamos o nirvana. A dor, a insegurança, o frio e a invasão de tudo que compõe o mundo externo só apareceria depois, fechando uma forma de núcleo de onde brotaria nossa personalidade. Essa seria então, essencialmente boa. O acesso ou não aos nossos primeiros registros mnêmicos, a época em que estivemos plenamente satisfeitos, definiria nosso modo de perceber, de interpretar e se comportar no mundo.
Dessa forma, teríamos três tipos primordiais de personalidade. Os psicopatas, por terem o núcleo de sua personalidade totalmente fechado, seriam incapazes de acessar o nirvana em qualquer estado de consciência. Seus primeiros registros mnêmicos seriam então os do trauma do nascimento e eles perceberiam então o mundo externo como uma ameaça.
Já os psicóticos teriam o núcleo de sua personalidade insuficientemente fechado, tendo acesso aos primeiros registros mnêmicos inclusive sob estado de vigília. As alucinações e os delírios seriam resultado da confusão mental de acessar o nirvana rodeado de informações do mundo externo.
A grande maioria, os neuróticos, teria acesso a essa fase da vida nos sonhos, em estados de transe hipnótico ou psicotrópico. Os sonhos realmente não teriam muito sentido, eles se resultariam de um estado alternado de consciência contaminado de informações e imagens capturados durante a vigília. Já o déjà vu aconteceria por termos experimentado a mesma situação, só que anteriormente no sonho. A situação não seria totalmente a mesma, mas composta por um numero considerável de coincidências daquilo que se sonhou com aquilo que se estaria vivendo.
Isso é um ensaio sem nenhuma comprovação científica.


Um Giz de Cera, por favor



by Deise


     Tenho repetido à  meus filhos que chegou a hora deles atirarem nos patos. A mim hoje, cabe apenas  remar. Porém desisto de entender os valores,
critérios e ética desta geração. Geração saude foi a nossa.
Que nao eramos escravos do belo corpo, do manequim 38. e nem conheciamos o Dr. Stress.
 Isso era quase palavrao.Apenas eramos felizes, e nossa maior preocupação era nao engravidar. O maior crime que poderiamos cometer era ser mae solteira.
eu fui.
Isso  dentro da "familia", era considerado "crime hediondo". 
Confesso, foi a melhor escolha que fiz.
 Assumir o estigma da época me custou bem menos. Casar teria custado minha vida que foi e é emocionante.
Vejam a diferença de realidades.

Nao eramos preguiçosos, nosso grande final de semana era ir de carona pela free way, acampar em Tramanda. Nos contentavamos com tao pouco.
Ao contrario da atual geração, e isso inclui meus filhos,
 nós eramos os malucos belezas. mas jamais abrimos mao de nossa sanidade.
 Fazemos ate hoje  questão de manter a " loucura controlada".
A atual acha bonito ser sem noção, viver do me "esqueci, nao sabia, nao pensei, nao achei", e no final a famosa, "me desculpa. NAO VAI ]mais acontecer".....novas.
A atual geração  é individualista, esquece de onde vieram, nao lembram quem os carregou até aqui, cospem verdades paranoicas, tiradas de livros.
A iniciativa é minima para arriscar e falar por si.
Nao tem herois.
Nao tem quem imitar.
 Percebo que estao perdidos desde a dolescencia e nao encontram o caminho.
 Sao embarulhados, criam problemas imaginarios e se deixam devorar por eles.
Nao sabem o que fazer com a vida e nao os vejo feliz nunca.
Por mais que tenham, ha um vazio dentro da geração
. Nao é os meus, nao é os dos outros. ´
É todos.
Os que fizeram algo, sao profissionais mediocres, que sequer entendem sua importancia no mundo. Deisisti de entender a questao que fazem de aparecerem pelo ruim, pelo comum, pelo todos sempre igual.
Nao desejam a notoriedade
O diferente.
Poderia pensar que azar o deles.
 Jamais saberao  a delicia que é saber que deram seu melhor, e deitar diarimente com a sensaçao do dever cumprido.
 Jamais conhecerao a verdadeira Paz.
Tristemente constanto que eu que nada sou, jamais tive, e com meu conhecimento, coragem e determinação  dei o mundo a meus filhos.
 Dei todas, quando digo todas, entendam todas as informações que possuo.
 E acreditem, nao sao nem um pouco raras.
 Sempre falei com meus filhos como adulto. Ensinei  desde argumentos, fincar pedra  e fazer um habeas corpus.
 Ensinei que este é o unico documento que nao precisa de advogado.
Falei tudo que se pode falar.
Nao sei nem se deveria. conhecem a cidadania, o que significa. conhecem certo, errado. Responsabilidade. comprometimento.
Ensinei que no meu tempo, a casa, era a casa da familia. ensinei estas coisas por 24horas.
Me desculpe Deus, é pouco demais, para quem deu tanto.
 Na verdade, o senhor sabe, que eu dei tudo que tinha.
 E se nao foi o melhor, foi o absolutamente TUDO que eu tinha para dar.
Com o conhecimento que possuia.
 E hoje nao sei o que dizer de meus filhos. Apenas nao reconheço as pessoas que foram criadas por mim. Nao por fatos chocantes. Alguns mate bem chocantes. Mas nao falo do que fazem.
Falo do que são.
Nao estou conseguindo aceitar, que depois de tudo que fiz,  andar por todos os lugares que andei, ter dado tantas asas para eles voarem, eu ter que me contentar, que tudo poderia ser pior:
Considero pouquissimo.
E contesto a justiça divina. Coisa que nao costumo fazer.
 Penso que se o senhor tem um proposito para mim, e ele com certeza é bom, nao devo questionar os meios.
Ha coisas que eu aceito. E mudo eu perante a situação.
Mas esta é um das quais nao depende de mim, e nao foi por negligencia ou falta de interesse.
Estou com muitas dificuldades, de entender e aceitar que meus filhos nao são especiais.
 Nao sao diferentes, mesmo eu tendo criado uma receita totalmente diferente de uma familia "Doriana".
Eles sao iguais. Sao comuns. Nao me surpreendem. Nem preechem a minhas expectativas.
Que foi uma só por 30 anos: que fossem felizes, independente das escolhas que fizessem.
No entanto nao vejo alegria, nem felicidade.
Vejo apenas um dia apos o outro.
E eu aos 50 anos, continuo achando formas de usar muito giz de cera na minha vida.
 Principalmente quando esta tudo preto e branco.
Como agora.

.

O INTERESSANTE ESTADO DE DIREITO

Fernando Gabeira Há coisas que não entendo no Brasil. Ou melhor, coisas que me esforço para entender. O STF, por exemplo, ne...